Arquitetura Egípcia

A arte egípcia possui grande importância, pois foi à base para a arte grega, a qual somos discípulos. Sua arquitetura apresenta diversas construções mortuárias, além de belos templos dedicados as divindades.

As pirâmides são as obras arquitetônicas mais famosas deste povo, resistindo a milhares de anos na história. Originárias das mastabas, túmulos reais primitivos, as pirâmides eram construídas para servir de túmulo ao rei, que era considerado um ser divino, por isso seus súditos não mediam esforços para construir tais monumentos. Eles acreditavam que se o túmulo fosse na pirâmide, o corpo do rei ficaria mais próximo do céu facilitando sua ascensão para se juntar aos deuses após sua morte, além de também conservar o corpo da decomposição.

Um exemplo desse tipo de construção, são as pirâmides de Gizé, erguidas no Antigo Império para abrigar os restos mortais dos faraós Quéops, Quéfren e Miquerinos.
Quéops é a maior delas com 146 metros de altura e superfície correspondente a 54 300 metros quadrados. O que prova o domínio egípcio de construção, sendo uma das maiores construções de todos os tempos.

piramides-de-gizé

Pirâmides de Gizé

Junto as construções dessas pirâmides, está a grande esfinge de Gizé, metade humana (com a representação da cabeça do faraó Quéfren) e metade animal (representação de seu corpo).

Esfinge de Gizé

Esfinge de Gizé

Outras das grandes construções egípcias foram os templos,  erguidos no Novo Império para a veneração popular dos deuses, as mais conhecidas são as de Carnac e Luxor, dedicada ao deus Amon.

O acesso a esses enormes edifícios passa por avenidas flanqueadas por esfinges e assustadores portões ou pilonos de entrada, que conduzem a salões de colunas, pátios e santuários. GLANCEY, 2001.

templo-de-carnac-egito

Templo de Carnac

templo-de-luxor

Templo de Luxor

Outro templo que merece destaque é o de Abu-Simbell, construído de forma a demonstrar o poder político de Ramsés II, dedicado a deusa Hator, ele possui imensas estátuas e colunas.

Templo Abu- Simbell

Templo Abu- Simbell

O templo funerário de Hatshepsut, foi erguido em El Der El Bahari com aspectos de construção semelhantes ao que mais tarde seria chamado de arquitetura grega. Destaca-se também por sua grandiosidade.

Templo de Hatshepsut

Templo de Hatshepsut

Referências:

GLANCEY, Jonathan. História da arquitetura. São Paulo: Loyola, 2001, p 18-21.

GOMBRICH, Ernest. A História da Arte. Rio de Janeiro: LTC, 1999. (cap. 2)

PROENÇA, Graça. Descobrindo a história da arte. São Paulo: Ática, 2005, p 14-21.

 

Anúncios

Um comentário sobre “Arquitetura Egípcia

  1. Nilton Campos Pereira disse:

    Parabénsss! Descrições na medida certa para um leigo e suficientes para despertar o encanto e respeito por estas obras de arte. De maneira coloquial e envolvente, me fez desejar se aprofundar no tema.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s