Arquitetura Gótica

No século XII o estilo arquitetônico predominante era o românico, porém surgiu neste século mudanças que acarretaram em um novo estilo. Esse novo estilo foi denominado pejorativamente no século XVI de gótico, pois era considerado estranho, e este nome fazia referência ao godos, povo bárbaro.

Comparada as igrejas românicas, as góticas apresentaram mudanças em sua forma de construir que refletiram no espaço interno propiciado por elas. Surge nas construções góticas as abóbadas de nervuras, que foram possíveis com o encontro de dois arcos ogivais. Possibilitando assim a impressão de de maior verticalidade no lugar.

Essas abóbadas não eram apoiadas nas paredes, mas em pilares, e para ajudar na sustentação um conjunto de suportes compostos por arcobotantes e contrafortes era construído no lado externo da igreja.

Os pilares eram um agrupado de colunas mais finas que pareciam ser a continuidades dos arcos ogivais, formando assim as nervuras das abóbadas. Os arcobotantes eram peça encostadas nas paredes laterais da nave que auxiliavam na sua estabilidade. E os contrafortes eram reforços que substituíam as grossas muralhas das construções românicas.

Com a utilização combinada destes suportes de sustentação, grandes aberturas nas paredes se tornaram possíveis, e com isso os vitrais ganharam destaque, importante elemento da arquitetura gótica os vitrais proporcionavam interiores iluminados, multicoloridos e que traziam uma sensação de leveza.

Geralmente as fachadas das igrejas góticas possuíam três portais, sendo que os laterais se alongavam em duas torres e o portal central abrigava uma rosácea logo acima dele. A rosácea era uma janela circular com um desenho simétrico, lembrando uma flor, preenchida de vitrais.

esquema-gotico-concretoemcurvaA primeira construção de estilo gótico foi a Abadia de Saint-Denis, construída na França em 1140, ela é o marco deste novo movimento.

Outra construção importante deste estilo foi a Catedral de Notre Dame de Paris, uma das maiores igrejas do mundo, sua construção começou por volta de 1160, mas no decorrer dos anos passou por diversas modificações, foi a partir dela que surgiu o elemento arcobotante. Essa catedral também foi tema de um um famoso romance escrito pelo francês Victor Hugo em 1831, O Corcunda de Notre Dame. A história relatava a sociedade da época e a importância da catedral para ela.

Enquanto que as igrejas românicas eram mais baixas com paredes grossas e janelas estreitas para a sustentação das abóbadas de aresta, as igrejas góticas eram bem altas, com paredes finas e grandes janelas graças a utilização de pilares, arcobotantes, contrafortes e abóbadas de nervuras. A palavra que define este estilo é verticalidade, a característica que mais impressionou as pessoas da época, e que impressiona até os dias de hoje,um dos estilos mais belos e cheios de significados já produzidos.

O gótico antecede um dos movimentos mais revolucionários na história, do qual falaremos semana que vem, o Renascimento.

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Arquitetura Gótica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s