Arquitetura Neoclássica

Em meados do século XVIII com o fim dos movimentos do Barroco e Rococó se desenvolve um novo movimento o Neoclássico.

Influenciado por pensamentos iluministas, os ideais de redescobrir o fundamento “natural” do conhecimento, a mudança de mentalidade e a mensagem razão e progresso passaram a ser difundidos.

Algumas das consequências desse movimento intelectual denominado iluminismo foram as quedas das monarquias absolutistas, o início dos movimentos por independência, a expulsão dos jesuítas dos outros países e a valorização do indivíduo como parte integrante e importante no esquema geral de um Estado. Além disso, passaram a se questionar também a superioridade de Roma e a posição da Igreja Católica como detentora e fonte de conhecimento.

O Neoclássico foi um movimento anti barroco e rococó que retomou os ideais clássicos, mas desta vez, diferente do que aconteceu no Renascimento, esses ideais deixaram de ser imutáveis e passaram a ser, pelos neoclassicistas, adaptados á modernidade.

Esse ressurgimento clássico, menosprezou os elementos formais dos movimentos anteriores, usou as ordens clássicas e permitiu a coexistência de diferentes tendências artísticas.

O período também foi marcado pelos Neopalladianos, que através da busca à fidelidade das ordens clássicas se voltaram a Palladio, um significativo tratadista do Renascimento. Houve também neste período importantes descobertas arqueológicas como as cidades de Pompéia e Herculano. Essas descobertas concederam aos estudiosos da época evidências sobre a arquitetura e a vida durante o Império Romano.

Para o historiador John Summerson, o Panthéon de Paris (1758 – 1790) foi a primeira importante construção neoclássica, onde as ordens eram a quintessência da construção.

Soufflot, Panthéon de Paris (1758-1790)

Soufflot, Panthéon de Paris (1758-1790)

Balaustres, platibandas, frontões, pilares e colunas foram algumas das características presentes nos edifícios neoclássicos. E com a Revolução Industrial no ano de 1760, o uso de concreto e posteriormente do metal, foram sendo incorporados na arquitetura, além do desenvolvimento de novas técnicas construtivas.

Capitólio do Estado da Virgínia (1785-1789)

Capitólio do Estado da Virgínia (1785-1789)

A Rotunda, Universidade da Virgínia (1822-1826)

A Rotunda, Universidade da Virgínia (1822-1826)

Deixe nos comentários dúvidas e sugestões, e fiquem ligados a partir da semana que vem começamos com a categoria História da Arquitetura Brasileira não percam!

Anúncios

Um comentário sobre “Arquitetura Neoclássica

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s